top of page

O que é energia trifásica e para quais estabelecimentos ela é indicada?

Atualizado: 7 de set. de 2022


Se você está atento aos procedimentos de distribuição de energia no seu bairro e na sua cidade, provavelmente já ouviu falar de energia trifásica. Mas talvez você ainda não saiba a diferença desse sistema em relação à energia monofásica e bifásica, e está curioso para conhecer suas vantagens.


Neste post, vamos explicar o que é a energia trifásica, quais seus benefícios e diferenças, como reconhecer uma rede trifásica e quanto ela custa para o seu bolso. Vem com a gente!


Entenda o que é Sistema Trifásico

O sistema de energia trifásica nada mais é que a distribuição de energia elétrica por meio de quatro fios: três fases e um neutro. Esse sistema é o mais utilizado em indústrias e comércios que possuem aparelhos de alta potência ou máquinas trifásicas.


Casas e condomínios também podem utilizar o sistema trifásico. No entanto, a maioria das residências ficam bem abastecidas com o sistema monofásico, porque todos os aparelhos ligados juntos não ultrapassam a capacidade de 8 kw.


Estabelecimentos que consomem muita energia, mas não possuem máquinas trifásicas geralmente são atendidos pelo sistema bifásico, cuja potência é maior que a do monofásico. Vamos falar sobre a capacidade de cada sistema no próximo tópico.


Diferenças entre monofásico, bifásico e trifásico


Os sistemas de energia elétrica são divididos em três tipos: monofásico, bifásico e trifásico. A principal diferença entre eles é a quantidade de cabos do tipo fase e a potência máxima de energia que eles conseguem transportar.


Enquanto a rede de energia monofásica possui dois cabos - um do tipo fase e um do tipo neutro - e chega uma potência máxima de 8.000 watts ou 8 kw, a energia bifásica tem três cabos, sendo dois do tipo fase e um do tipo neutro, e sua potência vai de 12 a 25 kw.


Já o sistema de energia trifásica, como falamos anteriormente, é composto por quatro cabos (três do tipo fase e um do tipo neutro). Esse sistema tem uma capacidade de 25 a 75 kw.

Outra diferença entre os sistemas monofásico, bifásico e trifásico é a tensão. No sistema monofásico, a tensão é exclusivamente de 127 V ou 220 V, dependendo da concessionária de energia.


Já no sistema bifásico, a tensão pode ser de 127 e 220V ou 220 e 380V, enquanto a tensão do sistema trifásico é de 220 e 380V ou 380 e 480V.



Fonte: Canva.com


E quais as suas vantagens?

As vantagens do sistema de energia trifásica são:

  • Maior potência: capacidade de 25 a 75kw;

  • Versatilidade: as três fases do transformador poderão ligar um motor trifásico ou serem distribuídas em três cargas monofásicas;

  • Menor risco de queda de energia por sobrecarga;

  • Necessidade reduzida de cobre e alumínio para instalação, o que permite a construção de geradores e condutores mais leves.

Além disso, a potência em sistemas trifásicos é constante (diferentemente da potência em sistemas monofásicos que é pulsante), o que possibilita um funcionamento mais suave dos motores.


Como funciona

A energia elétrica percorre um longo caminho da usina elétrica até a sua casa. Primeiro, a usina gera eletricidade a partir da energia hidráulica, eólica, solar, térmica, nuclear ou de outro tipo.



Depois, a eletricidade é distribuída para subestações, que vão espalhar energia para as cidades. Na rua, a eletricidade vai chegar nos postes de energia pelos fios de alta ou média tensão, que ficam na parte superior.


A eletricidade dos fios de alta ou média tensão passa pelos transformadores de energia (aquelas caixas de metal fixadas no poste) e desce para os fios de baixa tensão, na parte inferior dos transformadores.


De lá, os fios são distribuídos para as casas, comércios e indústrias, a fim de transportar energia para cada local. A cada parada, desde a usina até a esquina de sua rua, a tensão elétrica é reduzida para chegar na quantidade certa aos estabelecimentos.



Como identificar uma rede trifásica?


Para identificar uma rede trifásica, basta observar o poste de energia mais próximo da sua residência, indústria ou comércio. Geralmente, a rede de energia trifásica tem quatro fios, sendo que três são fios do tipo fase e um é do tipo fio neutro.


É comum que o fio neutro tenha uma cor diferente dos fios do tipo fase. Porém, se não houver distinção de cor, a voltagem nula do fio neutro pode ser conferida com um voltímetro, que deve mostrar o número 0.


Quais são os valores da energia trifásica?

O custo de disponibilidade ou taxa mínima cobrada pelas concessionárias para disponibilizar energia elétrica trifásica ao consumidor, segundo a Aneel, é do valor equivalente a 100 kwh kilowatts por hora).


Mesmo que o estabelecimento consuma menos energia que isso, o consumidor deve pagar o valor da tarifa praticada pela concessionária multiplicada por 100. Tratando-se de custo de disponibilidade, o valor da energia trifásica é mais alta que o da energia monofásica e trifásica.



Voltagem Trifásica no Brasil

No Brasil, as voltagens trifásicas mais comuns são 220V e 380V. A tensão varia de estado para estado e, em algumas unidades federativas, há dois ou três tipos de voltagem. Confira a lista abaixo:

  • Acre (220V)

  • Alagoas (380V)

  • Amapá (200V)

  • Amazonas (220V)

  • Bahia (380V ou 200V, em algumas cidades)

  • Ceará (380V)

  • Distrito Federal (380V)

  • Espírito Santo (220V ou 254V ou 380V, em algumas cidades)

  • Goiás (380V)

  • Maranhão (380V)

  • Mato Grosso (220V ou 380V, em algumas cidades)

  • Mato Grosso do Sul (220V)

  • Minas Gerais (220V)

  • Pará (220V)

  • Paraíba (380V)

  • Paraná (220V ou 254V ou 380V, em algumas cidades)

  • Pernambuco (380V ou 220V, em algumas cidades)

  • Piauí (380V)

  • Rio de Janeiro (220V ou 380V, em algumas cidades)

  • Rio Grande do Norte (380V)

  • Rio Grande do Sul (380V ou 220V, em algumas cidades)

  • Rondônia (220V)

  • Roraima (220V)

  • Santa Catarina (380V)

  • São Paulo (220V ou 380V, em algumas cidades)

  • Sergipe (380V ou 220V, em algumas cidades)

  • Tocantins (380V)

Para quais instalações ela é indicada?

A rede de energia trifásica é indicada para fábricas, indústrias e comércios com alta demanda de energia ou que possuem máquinas trifásicas como motores, máquinas de solda, elevadores automotivos, prensas, calefatores, furadeiras e outros equipamentos de carga pesada.


Fonte: Canva.com


Como mudar a rede da sua casa ou estabelecimento



Para mudar a rede da sua casa ou estabelecimento para energia trifásica é preciso solicitar à concessionária de energia da sua região a alteração de demanda energética.


O interessado deve, ainda, apresentar um projeto de instalação elétrica para a concessionária e participar financeiramente dos custos de compra e instalação da rede trifásica.


Essa participação financeira está prevista na resolução nº 414/10 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao todo, o investimento pode chegar a R$130.000 aproximadamente.


Agora você já conhece as características da energia trifásica, suas diferenças em relação ao sistema monofásico e bifásico, seus custos, indicações e vantagens para as unidades com alta demanda de energia.


Se você quiser descobrir algumas formas de reduzir seus gastos com energia elétrica, confira esse post que preparamos para você sobre desconto na conta de luz.



bottom of page